Textura Prémio CA
Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola

Parabéns aos premiados

Categoria | Cereais

Vencedor

MATTER, transformação de resíduos orgânicos de produção de cerveja em materiais de revestimento sustentáveis.

Categoria | Floresta

Vencedor

ADAI, concepção e implementação de ferramentas de protecção activa contra incêndios.

Categoria | Hortofruticultura

Vencedor

BIOVIVOS, produção e comercialização de plantas de elevada densidada nutricional, vendidas vivas para maximizar a qualidade dos nutrientes.

Categoria | Produção Animal

Vencedor

SCROFATECH, desenvolvimento de software de apoio à gestão de explorações de suinicultura.

Categoria | Inovação em Colaboração

Vencedor

GREENTASTE, criação de fermentado láctico para o desenvolvimento industrial de novos molhos e temperos, valorizando o tomate verde não colhido.

Categoria | Projecto de Elevado Potencial Promovido por Associado do CA

Vencedor

LUSARROZ, obtenção de variedades portuguesas de arroz e disponibilização aos agricultores de sementes certificadas, de variedade adaptadas às condições edafoclimáticas do país.

Distinção BFK

Vencedor

ADAI

Conheça os finalistas de 2017 
Vídeo

Retrospectiva Prémio CA 2016

Reveja os melhores momentos do Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola 2016.

Em Destaque

Crédito Agrícola revela vencedores

A quarta edição do “Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola” distinguiu seis entidades e projectos nacionais com um valor total de 30 mil euros.

O Crédito Agrícola revelou os vencedores da quarta edição do “Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola”. A cerimónia, que decorreu no dia 12 de Dezembro, contou com a presença do ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos.

Este prémio resulta de uma parceria do Crédito Agrícola com a INOVISA, e está dividido em cinco categorias – Cereais, Floresta, Hortofruticultura, Produção Animal e Inovação em Colaboração. Cada um dos vencedores recebeu um prémio no valor de €5.000 e foi ainda atribuído um prémio de reconhecimento especial para a candidatura promovida por Associado do CA, no mesmo valor.

Na categoria Cereais o prémio foi atribuído à MATTER. Esta entidade transforma resíduos orgânicos resultantes de processos agro-industriais, como a produção de cerveja, em materiais ecológicos para revestimento, mobiliário e outros produtos. A Matter está focada na reutilização de resíduos de produção para a criação de materiais sustentáveis, que podem substituir a fibra de madeira na composição dos aglomerados.

Na categoria Floresta o vencedor foi a ADAI, Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica Industrial. Esta entidade, criada no seio da Universidade de Coimbra, está a desenvolver e a implementar ferramentas para a protecção activa contra incêndios em zonas rurais e na interface urbano-florestal. Estas ferramentas incluem telas ignífugas e sistemas de supressão do fogo, utilizadas para o estabelecimento de um perímetro de defesa e barreira à progressão do fogo.

A ADAI está duplamente de parabéns, já que também recebeu a distinção BfK (Born from Knowledge) da Agência Nacional de Inovação, enquanto entidade cuja inovação “nasce do conhecimento”.

A distinção BfK AWARDS é uma das iniciativas do programa Born From Knowledge (BfK), um programa de valorização do conhecimento científico e tecnológico promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, através da ANI. Através da associação a concursos e/ou prémios de inovação existentes, distingue projectos que “nasçam do conhecimento” e empresas que mais se destaquem em atividades de Investigação & Desenvolvimento (I&D). O BfK representa, assim, uma cultura que celebra a valorização da ciência e o seu impacto na sociedade, dotando Portugal de um programa de promoção e valorização do conhecimento científico e tecnológico.

José Carlos Caldeira, Presidente da ANI, mostrou-se “muito satisfeito com a associação dos BfK AWARDS ao Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola, um prémio reputado que agora também distingue os melhores projectos ligados a actividades de Investigação & Desenvolvimento”.

Na categoria Hortofruticultura, o prémio foi atribuído à BIOVIVOS, uma empresa que produz e comercializa três variedades de plantas comestíveis – ervilha, girassol e erva de trigo – altamente nutritivas e vendidas vivas, potenciando assim a qualidade dos nutrientes até ao momento do consumo. As plantas, que são produzidas em micro-estufas urbanas com painéis solares e baixo consumo de água, são biológicas e sustentáveis.

Na categoria Produção Animal a ScrofaTech foi a grande vencedora. Trata-se de uma empresa que desenvolve sistemas inteligentes de apoio à gestão de explorações de suinicultura de vários tipos e dimensões. Com soluções como o Scrofa Partum e o Scrofa Pinge, a ScrofaTech garante sistemas de controlo de processos produtivos, nomeadamente a previsão e monotorização de partos, o controlo do ciclo reprodutor suíno e a monotorização do peso dos animais.

O projecto GREENTASTE foi o vencedor na categoria Inovação em Colaboração. É um projecto centrado no desenvolvimento de preparados alimentares à base de tomate verde que não é colhido (tomate-indústria não amadurecido). Estes preparados podem ser utilizados na criação industrial de novos molhos e temperos.

O GREENTASTE resulta de uma parceria de várias entidades: CCTI – Centro de Competências do Tomate de Indústria, Espiral Pixel, Frutomaior, INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, ISA/UL – Instituto Superior de Agronomia, ITALAGRO, Memória Silvestre, Sociedade Agrícola Ortigão Costa, Sociedade Agrícola Vale da Adega, Soluzer e Tomaterra.

Por último, o prémio de reconhecimento especial para a candidatura promovida por “Associado do CA” foi atribuído ao projecto LUSARROZ. Este é um projecto para a obtenção de variedades portuguesas de arroz adaptadas às condições edafoclimáticas do país. A disponibilização aos agricultores de sementes certificadas destas variedades vem eliminar a necessidade de importação de arroz.

Ao envolver toda a cadeia de valor, o LUSARROZ disponibiliza um bem transacionável e valoriza a matéria-prima portuguesa. Este é um projecto desenvolvido em parceria por: COTArroz, BENAGRO, INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária e a APARROZ.

Durante o evento, o Presidente do Conselho de Administração Executivo do Crédito Agrícola, Licínio Pina, sublinhou que “esta é uma acção promovida pelo Crédito Agrícola para valorizar o empreendedorismo no sector agrícola contribuindo para a inovação e competitividade das fileiras agrícola, agro-indústria e floresta, que são cada vez mais competitivas e os consumidores mais exigentes.”

O Crédito Agrícola, a única instituição cooperativa portuguesa de capitais exclusivamente nacionais está presente em todo o país e detém maior rede de agências.

Publicado em 12-Dez-2017 às 18:30

Últimas Notícias

Calendário

Apresentação Prémio CA 2017

50ª Agro, Braga

A AGRO – Feira Internacional de Agricultura, Pecuária e Alimentação vai realizar-se de 23 a 26 de março de 2017. O evento de 2017 assinalará a comemoração da 50ª edição do certame, que se realiza no Parque de Exposições de Braga.

Informações e Programa

Atelier Hortofruticultura

9 de Maio, Cooperativa Agrícola de Alcobaça

Mais Informações

Atelier Floresta

27 de Junho, Mealhada

Mais Informações

Atelier Cereais

13 de Julho, Benavente e Salvaterra de Magos

Mais Informações

Atelier Produção Animal

18 de Julho, Santarém

Mais Informações

Cerimónia de Entrega de Prémios

12 de Dezembro, Auditório do Pavilhão do Conhecimento, Lisboa

Mais Informações

Apoio Institucional

Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Local

Organização

Inovisa

 

Crédito Agrícola